Pesquisa personalizada

28 fevereiro 2011

Visitar a Igreja de São Pedro - São Pedro (Peniche)

A Igreja de São Pedro está localizada na Freguesia de São Pedro (Peniche). A sua construção remonta ao final do século XVI.
A frontaria divide-se em três partes principais. Ao centro, encontra-se um nártex, com um arco de volta perfeita, sobre duas pilastras quadrangulares que o sustentam. Um pouco acima deste, existe um óculo circular. Ainda acima deste, encontra-se um frontão triangular, rematando a empena. No lado direito da fachada, encontra-se uma torre sineira, encimada por um coruchéu.
O interior da igreja divide-se em duas grandes naves laterais e uma grande nave central. Nas primeiras, destacam-se altares dedicados ao Senhor do Bonfim, a Nossa Senhora da Boa Viagem e a São Pedro de Alcântara, de talha dourada barroca. Na nave central, destacam-se a capela-mor, dedicada a São Pedro, e seu retábulo-mor também em talha dourada barroca, assim como diversas pinturas do século XVIII retratando episódios da vida do santo, tais como Quo vadis? e a pesca milagrosa, da autoria de Pedro Peixoto.
Na sacristia, é possível encontrar uma pintura barroca representando a Sagrada Família, datando provavelmente de finais do século XVI.

Visitar a Gruta Furninha - São Pedro (Peniche)

A Gruta da Furninha, localizada na Freguesia de São Pedro (Peniche), corresponde a uma cavidade natural, tratando-se da mais importante estação pré-histórica do concelho.
Localiza-se junto ao mar, esta gruta, formada nos calcários do Jurássico Inferior, foi ocupada entre o Paleolítico Médio e o final do Calcolítico, tendo sido escavada em 1880 por Nery Delgado, um dos grandes pioneiros da Geologia e da Arqueologia portuguesa.
Utilizada como abrigo e necrópole, esta estação pré-histórica forneceu um vasto espólio arqueológico, no qual se destacam a variada fauna do Quaternário que ali então vivia(como hienas, veados, javalis, ursos, etc.) e os achados de vestígios humanos, como instrumentos em pedra e osso (bifaces, pontas de seta, machados de pedra polida).

Visitar o Fosso das Muralhas - São Pedro (Peniche)

Visitar o Forte de Peniche - São Pedro (Peniche)

O Forte de Peniche, localizado na Freguesia de São Pedro (Peniche), é ainda hoje é uma imponente estrutura militar, que merece uma visita. Ali se encontra um museu (desde 1984) que ilustra a história de Peniche (com peças de arqueologia e de artesanato local, por exemplo) e que evoca a resistência antifascista, recordando que aquele forte serviu de prisão política durante o regime do Estado Novo.
A famosa fuga de Peniche foi uma das mais espectaculares da história do fascismo português, por se tratar de uma das prisões de mais alta segurança do Estado Novo.

No dia 3 de Janeiro de 1960 evadem-se do forte de Peniche: Álvaro Cunhal, Joaquim Gomes, Carlos Costa, Jaime Serra, Francisco Miguel, José Carlos, Guilherme Carvalho, Pedro Soares, Rogério de Carvalho e Francisco Martins Rodrigues.

Foi devido aos constantes ataques de corsários que D. Manuel I mandou construir um castelo-fortaleza naquele local, embora a obra só tenha ficado concluída durante o reinado de D. Sebastião, em 1570. Já durante os 60 anos de domínio filipino em Portugal, realizaram-se importantes obras no forte, transformando-o numa verdadeira praça de guerra.

Visitar o Farol do Cabo Carvoeiro - São Pedro (Peniche)

O Farol do Cabo Carvoeiro encontra-se localizado no Cabo Carvoeiro, Freguesia de São Pedro (Peniche).
A Torre é quadrangular de alvenaria, branca, com edifícios anexos. A Lanterna e varandim de serviço, vermelhos.
O farol situa-se a uma altitude de 57 metros acima do nível do mar, e tem uma altura de 27 metros. A sua luz tem um alcance de, aproximadamente, 15 milhas náuticas.

Visitar o Coreto de Peniche - São Pedro (Peniche)

Visitar o Carreiro de Joannes - São Pedro (Peniche)

Visitar o Cabo Carvoeiro - São Pedro (Peniche)

O Cabo Carvoeiro situa-se no extremo da Península de Peniche, na Freguesia de São Pedro (Peniche). Possui grande valor natural e paisagístico, com grande variedade de falésias calcárias fortemente erodidas e campos de lapiás.

27 fevereiro 2011

Visitar a Capela de Nossa Senhora dos Remédios - São Pedro (Peniche)

A Capela de Nossa Senhora dos Remédios, localizada na Freguesia de São Pedro (Peniche), constitui a base de um Santuário consagrado ao culto mariano. A Capela terá sido edificada provavelmente no séc. XVI.
Este templo tem uma capela-mor onde se venera a imagem de Nossa Senhora, os painéis de azulejos setecentistas evocando episódios da Paixão de Cristo, e a chamada capelinha do Senhor Morto, onde se venera uma imagem de Cristo, apelidada de Senhor dos Remédios.

26 fevereiro 2011

Visitar a Praia do Baleal - Ferrel

A Praia do Baleal, divide-se na prática em duas a Praia do Baleal Sul em que o mar a distingue da Praia do Baleal Norte. Aqui pode ir a banhos tranquilamente, com o mar relativamente calmo, não sendo estas ondas a opção número um dos surfistas.
Na Praia do Baleal norte já o mar é agitado, sendo mais apetecível para a prática do surf.

Visitar a Praia da Serra d'El Rei - Ferrel

Visitar a Praia da Ilha do Baleal - Ferrel

Visitar a Ilha do Baleal - Ferrel

A ilha do Baleal é uma pequena ilha situada na Freguesia de Ferrel, separada do continente por um tômbolo, formando uma praia de fina areia branca. Na continuidade da enseada ainda existem a ilhota das Pombas e o ilhéu de Fora
O Baleal herdou esta denominação da função que estes rochedos desempenharam no passado de local de baleação. Esta pequena ilha era o local de corte e talhe das baleias que na sua rota migratória dos mares do Norte eram alvo da cobiça dos pescadores.

24 fevereiro 2011

Visitar a Ermida de Santo Estevão - Ferrel

A Ermida de S. Estêvão, situada na Freguesia de Ferrel, é um templo edificado na rocha, possivelmente datado do séc. XVI ou XVII.
O Edifício é de pequenas dimensões, possui uma fachada de carácter populista, e o interior é de uma só nave. É revestida com azulejos seiscentistas e setecentistas
A par de Santo Estêvão, é venerada, nesta ermida, Nossa Senhora das Mercês.

Visitar a Capela de Nossa Senhora da Guia - Ferrel

A Capela de Nossa Senhora da Guia, localizada na Freguesia de Ferrel, encontra-se classificada como Imóvel de Interesse Público.

Visitar o Moinho de Vento da Fialha - Conceição (Peniche)

Visitar a Igreja de Nossa Senhora da Conceição - Conceição (Peniche)

Visitar o Touril de Atouguia da Baleia

O Touril de Atouguia da Baleia é a um dos raros e mais antigos exemplares do género existentes em Portugal. Sendo provavelmente do séc. XVIII, o Touril, tal como o nome indica, corresponde a uma estrutura utilizada, como palco de lides tauromáquicas.
Desta estrutura ainda se observam vários esteios de pedra, cravados no chão, delimitando a "arena", apresentando os tradicionais três orifícios.


Visitar a Praia dos Frades - Atouguia da Baleia

A Praia dos Frades, localizada na Freguesia de Atouguia da Baleia, possui uma magnífica paisagem, em que ressalta o contraste entre a vegetação da encosta com o oceano a perder de vista.

Visitar a Praia dos Supertubos - Atouguia da Baleia

A Praia dos Supertubos, localizada na Freguesia de Atouguia da Baleia, é famosa mundialmente, pelas suas ondas tubulares ideias para a prática do surf. Fica situada ao sul de Peniche e é protegida do vento norte pela muralha do porto.

Visitar a Praia da Consolação - Atouguia da Baleia

A Praia da Consolação, localizada na Freguesia de Atouguia da Baleia, é de areal extenso e mar calmo. Esta Praia é dividida em duas pelo forte da consolação.
Devido ao elevado teor de iodo é muito procurada para tratamentos ortopédicos.

Visitar o Pelourinho de Atouguia da Baleia

Visitar as Muralhas do Castelo - Atouguia da Baleia

As muralhas do Castelo, localizadas na Freguesia de Atouguia da Baleia, são as ruínas do Castelo que teria sido uma fortificação muçulmana.

22 fevereiro 2011

Visitar o Moinho de Vento de Bernardino - Atouguia da Baleia

Visitar a Igreja de Santo António - Atouguia da Baleia

Visitar a Igreja de Nossa Senhora da Conceição - Atouguia da Baleia

A Igreja de Nossa Senhora da Conceição, localizada na Freguesia de Atouguia da Baleia, começou a ser construída em 10 de Maio de 1694 e ficou concluída a 9 de Abril de 1698.
É uma igreja de estilo maneirista e barroco. As características maneiristas são visíveis na conjugação das massas e volumes e a dinâmica barroca é-lhe conferida pelo frontão da empena e pelo jogo de contrastes de materiais empregues no exterior e no programa decorativo do interior.
A Igreja é composta de uma nave, capela-mor, duas sacristias com átrio, dois torreões de planta quadrada salientes dos dois lados da fachada principal e uma vasta alpendrada que rodeia a nave, todos os espaços são cobertos por abóbadas de aresta, com excepção da nave que tem abóbada de berço.
Na nave podemos ver o coro alto, sustentado por duas colunas de madeira pintada, imitando o mármore, dois púlpitos, com base em mármore, duas pias de água benta, também de mármore, esculpidas em forma de concha, e dois altares laterais com retábulos em talha policromada. Um arco triunfal de volta perfeita abre para a capela-mor. É iluminada por onze janelões e uma rosácea. Existem mais cinco janelões.
A capela-mor é inteiramente forrada a mármore, excepto dois medalhões em pintura mural, com incrustações de rosa, branco, amarelo, vermelho e negro, desenhando motivos decorativos, ostenta beleza e magnificência. A imagem da padroeira encontra-se dentro de um baldaquino de talha dourada e vidro.
Na sacristia sul existe um bonito arcaz de pau preto, que cobre toda a parede, e uma fonte com lavatório e cabide, todo em mármore.

Visitar a Igreja da Misericórdia - Atouguia da Baleia

A Igreja da Misericórdia, localizada na Freguesia de Atouguia da Baleia, foi construída entre os séculos XVII e XVIII. Esta Igreja tem características austeras e de singeleza das linhas, típica do estilo chão, aqui conciliado com aspectos da arquitectura popular como são os remates telhados das fachadas, sobre cornija ou beiral duplo
No interior segue o esquema maneirista da capela-mor entre 2 capelas laterais, mais baixas, todas elas pouco profundas. A restante decoração é essencialmente barroca: silhar de azulejos policromos tipo "tapete", pinturas fitomórficas das capelas, retábulo-mor de talha policroma e cadeiral da Irmandade colocado no lado da Epístola, sobressaindo o remate do espaldar pelo seu recorte, o qual é acentuado pela pintura decorativa.

Visitar a Igreja de São Leonardo - Atouguia da Baleia

A Igreja de São Leonardo, localizada na Freguesia de Atouguia da Baleia, é do estilo romano-gótico, composta por três naves, das quais sobressai a do meio. Possui arcos ogivais e colunas cilíndricas encimadas por capitéis cúbicos onde estão presentes animais fantásticos, cabeças humanas, cordas entrelaçadas, etc. Uma das capelas laterais possui azulejos do século XVII, e, junto dela, existe um baixo-relevo em calcário branco, do século XIV, representando a Natividade. A pia baptismal é de 1562.

Visitar a Igreja de São Bernardino - Atouguia da Baleia

A Igreja de São Bernardino, localizada na Freguesia de Atouguia da Baleia, foi construída no ano de 1451.

21 fevereiro 2011

Visitar a Igreja de Nossa Senhora da Consolação - Atouguia da Baleia

A Igreja de Nossa Senhora da Consolação, localizada na Freguesia de Atouguia da Baleia, data do séc. XVIII. Obra da responsabilidade do engenheiro militar Estêvão Luís, este templo terá sido edificado nas imediações do local de uma anterior ermida consagrada ao mesmo culto.


Visitar o Forte de Nossa Senhora da Consolação - Atouguia da Baleia

O Forte de Nossa Senhora da Consolação, localizado na Freguesia de Atouguia da Baleia, foi mandado edificar em 1641 por D. João IV, e concluído em 1645.
Este reduto edificado sobre o cerro de Nossa Senhora da Consolação tinha na sua potente artilharia, cujo alcance cruzava com o da Fortaleza de Peniche, um importante obstáculo a qualquer desembarque hostil nas praias da dita baía, local onde já anteriormente haviam desembarcado em 1589 as tropas inglesas.

Visitar a Fonte de São Bernardino - Atouguia da Baleia

Visitar a Fonte de Nossa Senhora da Conceição - Atouguia da Baleia

A Fonte de Nossa Senhora da Conceição localiza-se na freguesia de Atouguia da Baleia e é também conhecida por Fonte Gótica ou Fonte dos Gafos.
É uma fonte de arquitectura infra-estrutural, de estilo gótico, com planta quadrangular, abertura única em arco quebrado, tanque exterior de planta irregular.

20 fevereiro 2011

Visitar o Cruzeiro de Atouguia da Baleia

O cruzeiro de Atouguia da Baleira, datado de 1525, encontra-se na povoação de Coimbrã e ergue-se dentro de uma edícula de planta quadrada, com 4 aberturas, coberta por cúpula piramidal, rebocada. Assente em alto soco piramidal, é formado por fuste cilíndrico, capitel com inscrição em caracteres góticos, com aro envolvente com entrançados fitomórficos; sobre o capitel assenta o crucifixo, de pontas em flor-de-lis, com o Cristo relevado numa das faces, a "pietá" na outra. Um pelicano assenta sobre a cruz, em base com inscrição em caracteres góticos.

Visitar a Casa do Gato Cinzento - Atouguia da Baleia

Visitar a Capela de Santa Bárbara - Atouguia da Baleia

A Capela de Santa Barbara, em Reinaldes, Freguesia de Atouguia da Baleia, é uma pequena capela maneirista, provavelmente de finais do século XVII. A fachada principal apresenta um portal rectangular, encimado por singela empena contracurvada, decorada com pináculos nos acrotérios e pequeno campanário adossado ao lado sul. A Capela é de nave única, com cobertura de madeira, e abóbada de berço na capela-mor.

Visitar a Barragem de São Domingos - Atouguia da Baleia

A Barragem de São Domingos, localizada na Freguesia de Atouguia da Baleia, é do tipo terra-enrocamento situada perto de zona de praia e montanha.

Visitar a Praia da Berlenga - Ajuda (Peniche)

Visita a Praia do Abalo - Ajuda (Peniche)

Visitar a Praia da Papôa - Ajuda (Peniche)

A Praia da Papôa, localizada na Freguesia da Ajuda (Peniche), é uma praia de rochas, mas de indescritível beleza.

Visitar a Praia da Gambôa - Ajuda (Peniche)

A Praia da Gambôa, situada na freguesia da Ajuda (Peniche) apresenta um mar cristalino e a areia fina.

Visitar o Porto de Peniche - Ajuda (Peniche)

O Porto de Peniche, localizado na freguesia da Ajuda, é o porto mais ocidental da Europa continental

Visitar a Ponte da Berlenga - Ajuda (Peniche)

19 fevereiro 2011

Visitar o Jardim da Cascata - Ajuda (Peniche)

Visitar as Ilhas Estelas - Ajuda (Peniche)

As Ilhas Estelas situam-se no arquipélago das Berlengas, a noroeste da principal ilha do arquipélago, a ilha da Berlenga. Do ponto de vista geológico, são constituídas pelas mesmas rochas de Granito que a ilha da Berlenga.

Visitar as Ilhas dos Farilhões - Ajuda (Peniche)

As Ilhas dos Farilhões são um grupo de pequenas ilhotas do arquipélago das Berlengas. Também conhecidas por Farilhões-Forcadas, este grupo de ilhotas dista cerca de 3,5 milhas do farol das Berlengas.

Visitar a Ilha das Berlengas - Ajuda (Peniche)

A Ilha das Berlengas dista cerca de 7 milhas do Porto de Peniche, tem como comprimento e largura máximos 1500 e 800 metros respectivamente, um perímetro de 4000 metros, 88 metros de altitude máxima e -30 de mínima.
Esta ilha tem um elevado interesse botânico com vários endemismos e espécies de distribuição restrita. Local de nidificação para algumas espécies de aves marinhas (caso do Airo Uria aalge, símbolo da Reserva) e ponto de passagem para numerosas espécies migradoras. Reserva Marinha de grande riqueza faunística, nomeadamente ictiológica.

Visitar a Igreja de Nossa Senhora da Ajuda - Ajuda (Peniche)

A Igreja de Nossa Senhora da Ajuda localizada na freguesia da Ajuda (Peniche) terá sido construída no século XVI, embora já possua poucos traços dessa época.
Apresenta azulejos com passos da vida da Virgem e um retábulo de talha, do final do século XVII. Há ainda uma série de esculturas de madeira que decoram os altares com retábulos de talha dourada.
Na primeira metade do século XVII procedeu-se ao revestimento com azulejo da capela-mor. Em 1717 tiveram início as obras de remodelação do interior, patrocinadas pelas irmandades de Nossa Senhora da Ajuda e de São Pedro Gonçalves Telmo: aumento da nave no sentido axial, construção da porta travessa, baptistério, pintura do teto da nave, revestimento azulejar, altares em talha, teia de balaústres.

18 fevereiro 2011

Visitar as Grutas Submarinas das Berlengas - Ajuda (Peniche)

As grutas Submarinas das Berlengas estão inseridas na Reserva Natural da Berlenga e têm cerca de 985 ha submersos que são extremamente ricos do ponto de vista biológico.