Pesquisa personalizada

15 abril 2011

Visitar o palácio de Seteais - São Martinho (Sintra)

O Palácio de Seteais, localizado na Freguesia de São Martinho (Sintra), foi construído no século XVIII para o cônsul holandês, Daniel Gildemeester, numa porção de terra cedida pelo marquês de Pombal. Enquadrado no meio de um terreno acidentado, de onde se pode avistar o mar e o alto da Serra de Sintra.

Apresenta arquitectura neoclássica, destacando-se a entrada, com frontões triangulares, janelas de guilhotina e uma escada de dois braços que se desenvolve para o interior no sentido da fachada secundária. Pode-se também constatar a adaptação do palácio à irregularidade do terreno.
No conjunto, existem dois corpos de planta composta — a ala esquerda, com planta em U, que se desenvolve à volta do pátio interior, e a ala direita, com planta rectangular. As fachadas principais são simétricas, de dois registos. As salas da ala esquerda são pintadas com frisos de flores e grinaldas, salientando-se a Sala Pillement, com cenas figurativas da autoria de Jean Baptiste Pillement, e a Sala da Convenção, com alusões marítimas mitológicas.
De salienetar ainda para a escadaria ampla, de dois braços e três lanços, dando acesso ao andar inferior. Este é o Palácio descrito como abandonado na famosa obra de Eça de Queirós "Os Maias".

Sem comentários:

Enviar um comentário